terça-feira, 2 de março de 2010

O Monte dos Vendavais



Assim que soube que a Tinkerbell estava a organizar uma leitura conjunta do Monte dos Vendavais no seu blog, nem hesitei em inscrever-me, pois queria muito ler o livro e foi um "incentivo" para passar à frente de todos os outros que tenho à espera *assobio*

É sem dúvida um clássico e um grande livro.
As personagens são bem construídas, com dilemas e crises bem reais, em que cada acto tem consequências, quer nos seus próprios destinos, quer no dos outros, sendo bem explorada a natureza humana, quer o lado bom, como também o lado mais negro de cada um. Outro ponto bem conseguido, é o clima que rodeia as personagens - vingança.
Heathcliff é movido pela vontade de se vingar por todos os maus tratos e humilhações que sofreu em jovem, e quando regressa rico, faz literalmente a vida de Hindley, Catherine, Edgar e Isabella num inferno, sem se compadecer nem sequer por amor. No entanto, será que tanto mal causado aos Earnshaw e aos Linton o tornaram num homem mais feliz? Na minha opinião, não, pois continua a ser um homem amargurado, em que só voltando atrás no tempo, e alterar o passado, poderia ter de alguma forma uma alteração positiva do seu carácter.
O facto de a história das personagens principais ser contada pela governanta foi outra boa escolha, pois apesar de ser uma personagem secundária, relaciona-se muito bem com todas as outras personagens, e o facto de ser "A" história dentro de outra história, tornam a leitura muito agradável.
O livro acompanha também duas gerações - o crescimento de Hindley, Catherine e Heathcliff - e os seus filhos - Haredon, Cathy e Linton, o que foi uma excelente forma de verificar quais as consequências das acções dos pais, teve na vida dos filhos, e que características pessoais são predominantes.

É um livro que representa os medos da nossa vida e como qualquer acto nosso tem impacto quer na nossa vida, quer na vida de terceiros, e em como o amor pode provocar loucura e até mesmo morte.
Uma excelente leitura, em que o que posso acrescentar mais: Leiam!

1 comentário: