segunda-feira, 7 de novembro de 2016

As Primeiras Quinze Vidas de Harry August: Claire North


As Primeiras Quinze Vidas de Harry August
Título: As Primeiras Quinze Vidas de Harry August
Autor: Claire North
Editora: Saída de Emergência
Classificação: 4 Estrelas

Ficha da Saída de Emergência aqui

Começo por referir que foi muito complicado decidir-me entre as 4 e 5 estrelas e julgo que o mais acertado seriam as 4,5 estrelas pois apesar de ter adorado a história e a forma como nos foi apresentada, faltou-me algum arrebatamento e não consegui "amar" o livro.

Este é um livro de ficção-cientifica, em que o nosso protagonista, Harry August, após a sua morte, volta a nascer, sempre no mesmo vida, mas com as suas recordações anteriores.
Harry nasce em 1919, filho bastardo de um nobre, e de uma antiga criada, que acaba por morrer no parto e é criado por pais adoptivos. Ao longo do livro vamos conhecendo as suas primeiras quinze vidas, num relato na primeira pessoa, e em que só no final é que percebemos a quem Harry está a contar o seu passado. Temos também, logo no início, a sombra de que algo irá correr mal, já que numas das suas vidas, Harry é visitado, no seu leito da sua morte, por uma menina que o avisa que o mundo está acabar. Harry percebe que tal acção é desencadeada por outro da sua espécie e vê-se envolvidos em vários dilemas .
Esta é a premissa da história e é bastante interessante. Quem de nós é que não sonhou ou pensou, voltar atrás e fazer algo diferente? Ser tivéssemos a possibilidade de viajar no tempo, será que iríamos tomar as mesmas decisões? Será que conseguirmos não intervir demasiado e não afectar o curso dos acontecimentos? Sendo um livro de ficção-cientifica sobre viagens no tempo é-nos apresentado implicações destas vidas no curso temporal mas sem nos maçar nem sem ser demasiado técnico.
Inicialmente pode ser um pouco confuso e estranho para o leitor, mas à medida que nos vamos embrenhado na história, vamos sendo cativados por Harry e pela sua história. Quase como se fossemos conhecendo as diversas camadas da personagens, pois Harry é uma personagem muito complexa, com várias experiências diferentes ao longo das suas vidas. Apesar de termos mistério, é um livro com um ritmo mais calmo mas que vai "crescendo" à medida que vamos avançando.
A forma como a autora abordou esta possibilidade é fantástica e vamos descobrindo as vidas de Harry e dos restantes personagens, sem uma ordem linear mas de forma a que os acontecimentos façam sentido e assim conseguimos ir acompanhando as peças necessárias para o acontecimento mais importante da história.
Foi uma excelente leitura, com um tema muito interessante, que a cerca de metade do livro se tornou compulsiva. Um livro que nos faz pensar sobre a nossa vida e os nossos actos.

Nota: Este livro foi-me disponibilizado pela editora, em troca de uma opinião honesta.

8 comentários:

  1. Olá, Tita,
    Também tenho este livrinho por ler (aproveitei-o da colecção que lançaram há uns meses com o jornal) mas tenho adiado com medo que se torne aborrecido. Gostei muito da tua opinião, dá para perceber que nos vai deixar a pensar :D
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Su,
      É certo que tens algumas partes um pouco mais descritivas mas eu gostei mesmo bastante e acho que vale a pena ele subir na tua pilha ;)
      Fico à espera de saber o que achaste mas olha que desconfio que vais gostar ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Viva,

    A acabar de ler, depois venho comentar melhor a ver se temos opiniões identicas ;)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fiacha,
      Vou aguardar pela tua opinião =)
      Bjs

      Eliminar
  3. Olá Tita,
    Já vi este livro muito por aqui. Apesar de ser de um género que não me é familiar quero muito ler. Deste acho que vou gostar.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isa,
      Sei que não és muito de fantasia e afins mas este é um bom livro de FC para experimentares ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Olá Tita
    Já tinha ouvido falar do livro algumas vezes, mas só agora me despertou verdadeiramente a atenção. Se nos faz pensar sobre a nossa vida e os nossos atos acho que iria gostar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara,
      Eu gostei mesmo muito portanto recomendo-o =)
      E sim, faz-nos pensar na nossa vida.
      Beijinhos

      Eliminar