quinta-feira, 13 de julho de 2017

Doces Silêncios: Deborah Smith


Doces Silêncios
Título: Doces Silêncios
Autor: Deborah Smith
Editora: Porto Editora
Classificação: 4 Estrelas

Ficha do Goodreads aqui

Tendo já lido os outros quatro livros editados em Portugal: A Doçura da Chuva  (o meu preferido e que, agora, me pergunto porque não lhe dei 5 estrelas), Segredos do Passado, O Café do Amor  e Milagre (este foi o que menos gostei), fiquei muito curiosa com o novo livro.

Logo no início, Deborah Smith apresenta-nos a família McGillien, com mulheres de fibra e que se dedicaram, de corpo e alma, à produção de maças. E a nossa protagonista, Hush, não é excepção. Ainda adolescente, deu provas de que não era pessoa para desistir e conseguiu ter o seu negócio de sucesso e ter o seu filho, Davis, a estudar em Harvard. Mas, a sua vida, aparentemente pacata, muda quando Davis regressa à propriedade com uma companhia inesperada, Eddie, a filha do Presidente dos EUA. Hush vê-se confrontada com os Serviços Segredos, a comunicação social, os sogros de Davis e também Nick Jakobek, familiar de Eddie e agente federal.
É certo que, em termos de romance, os livros da Deborah Smith são previsíveis pois é fácil identificar qual será o par romântico. No entanto, são histórias ideais para quando precisamos de uma leitura mais leve e que nos aqueça o coração.
Narrado a duas vozes, entre Hush e Nick, vamos descobrindo, o passado e presente destas duas personagens mas também das suas famílias. Hush é uma personagem que nos conquista, pela sua força e como faz tudo pela sua família. Mas Nick, não lhe fica atrás, e por detrás do seu ar mais "duro", percebemos que é um homem honesto e com fortes valores familiares. Mas, confesso, que o tom de narração entre as duas personagens era muito semelhante e, às vezes, senti-me confusa sobre quem era o narrador. No entanto, facilmente voltava atrás e verificava pois temos sempre indicado quem é narrador actual.
Para além das duas personagens principais, tenho também que falar sobre Edwina Jacobs, a mãe de Eddie, e também ela uma mulher de fortes convicções. E foi muito engraçado ver Hush e Ediwna a "medir forças".
Um dos méritos da autora são, sem dúvidas, as personagens e a forma como as consegue tornar tão humanas e reais aos nossos olhos, todas com defeitos e virtudes, e como histórias de vida. Adorei o modo, como cada uma das personagens tenta proteger os seus.
Um aspecto que tenho que salientar, é a dificuldade que alguns leitores poderão sentir durante a primeira parte do livro, visto focar-se mais na cultura e produção das maças. Mas depois, a leitura torna-se muito mais fluída.
É um bom livro de romance, misturado com dramas e mistérios familiares, luta por uma vida melhor e ainda algumas cenas mais divertidas. Uma leitura doce e envolvente, e com personagens bem caracterizadas.


Nota: Este livro foi-me disponibilizado pela editora, em troca de uma opinião honesta.

4 comentários:

  1. Assino por baixo :)
    Tenho mesmo que ler os outros livros da autora.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se gostaste deste livro, então acredito que vais gostar dos outros, principalmente de A Doçura da Chuva e Segredos do Passado =)
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá Tita
    Adorei "A Doçura da Chuva", mas nunca mais voltei a ler nada da autora, tenho de mudar isso.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara,
      Então tens que voltar a ler mais da autora ;)
      Beijinhos e boas leituras

      Eliminar